É PRECISO DIZER_d

POLÍTICA:

TSE CONDENA LULA POR
CAMPANHA ANTECIPADA

A “sorte” política do Brasil, está lançada! Com respeito ao lançamento antecipado da campanha política, antes mesmo da formalização das candidaturas, há controvércias.  A oposição acusa o presidente Lula de ter antecipado os comícios em favor da ministra Dilma Rousset, utilizando-se da máquina pública para dar visibilidade à pré-candidata a sua sucessão,  já sacramentada pelo PT, utilizando-se para tanto dos palanques inauguratórios de obras do Governo Federal.  Após sucessivas arguições a oposição conquistou a sua primeira vitória parcial, com a condenação do presidente ao pagamento de multa no valor de cinco mil reais. (AJ)

DEU NO ESTADÃO

A ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, disse que viu com “naturalidade” a decisão do ministro auxiliar do Tribunal Superior Eleitoral, Joelson Dias, de multar o presidente Luiz Inácio Lula da Silva por ter feito propaganda eleitoral antecipada, a favor dela, pré-candidata à Presidência da República, em evento ocorrido em maio do ano passado, no Rio de Janeiro.

“Vejo com muita naturalidade. Vamos recorrer”, disse a ministra, ao chegar para a reunião do Conselho de Administração da Petrobrás. Na ação do PSDB, o partido pedia que a ministra também fosse punida pela mesma acusação. Mas o ministro do TSE considerou que a ministra não podia prever que seu nome seria aclamado no evento.

Ao analisar uma representação do PSDB contra Lula e a ministra, o ministro concluiu que houve propaganda indireta e encoberta da candidatura de Dilma durante inauguração de obras, em maio, na favela de Manguinhos, no Rio.

Na quinta-feira, 18, à noite, o presidente e a ministra conseguiram se livrar do risco de serem multados novamente por suposta propaganda eleitoral antecipada. Num julgamento apertadíssimo, por 4 votos a 3, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) rejeitou um pedido dos partidos de oposição para que Lula e Dilma fossem punidos por supostas irregularidades, durante discurso do presidente, em inauguração de um campus universitário em Araçuaí, Minas Gerais, em janeiro.

VEJA +

O assunto está na imprensa e o Estadão reverberou o assunto (acima) num esclarecedor comentário da sua colunista política Dora Kramer onde ela  fala sobre a multa que o TSE impôs ao presidente Lula por antecipação da campanha eleitoral.

Vale a pena conferir direto no Site do ESTADÃO